9 de abr de 2010

O que está acontecendo??

Antigamente, eu gostava de usar esse meu espaço para falar tudo que eu pensava, tudo que eu sentia e tudo que muita gente não tinha coragem de falar. Fui bem aceito por pessoas que passavam seus olhos sobre meus textos e frases. Tive até oportunidade de fazer parte de uma equipe de blogueiros "super pop's" no mundo virtual. Mas, hoje em dia, parece que eu já não tenho mais o que falar, nem o que expressar..Antes, eu andava pelas ruas e para onde eu olhava, um assunto brotava para eu falar no meu blog. Hoje, não encontro nada por entre os carros, casas e pessoas..principalmente pessoas..Antigamente, eu procurava noticias na internet, para dar meu ponto de vista diante da situação. Hoje em dia, as noticias vem ao meu encontro, eu interpreto do meu jeito ainda, mas, não sinto vontade de jogar no vento, pelo simples fato de achar que milhões de pessoas pensaram como eu no mesmo momento e não estavam nem um pouco afim de ver a opinião de um "zé".. E outra coisa que mudou e muito..Antigamente, eu não ligava para o que as pessoas iriam pensar dos meus textos..Acho que era por isso que dava tão certo. Pois, hoje em dia, eu fico querendo criar textos que me dêem prazer e ao mesmo tempo chame atenção de um possível leitor. Eu poderia falar das coisas horríveis que vem acontecendo no meu estado, com essas chuvas. Eu poderia falar de qualquer outra coisa...mas, não consigo mais fazer valer o meu espaço na grande rede para divulgar e espalhar minhas idéias por aê... Vou fazer um tempo de reciclagem. Voltarei a ler todos os dias os blogs que sigo, o blog do tico santa cruz, da Betina Kopp, do Marcos Caiado e outros blogs que eu for descobrindo na internet..Preciso de inspiração..atitude e muitas idéias..voltarei assim que tiver novas idéias e principalmente..de barba feita..porque, como dizia a música dos titas "no espelho essa cara já não é minha..e quando me olhei achei tão estranho..a minha barba estava deste tamanho.."

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=--=-=-=-=-=-=

Bom dia..
O sol nasce, as flores desabrocham
E ainda estou preso em meu casulo
Me sinto tão nulo..aqui é tão escuro
Que eu não vejo minha sombra
E nem mesmo o que sobra de mim
E lá fora..
há tanta coisa pra fazer e sentir
Se eu ao menos pudesse sair
E dizer tudo aquilo que o mundo precisa ouvir.
Mas eu continuo preso.
Pois meu casulo é muito forte
Se ao menos eu tivesse a sorte de quebrá-lo.
Um só golpe eu tentaria..e fugiria
para bem longe..
talvez lá onde o sol se esconde..
E por falar nisso..
Sinto que começa a anoitecer..
Como eu sei disso? É simples..
Não preciso ver..nem pegar...
Apenas ouço..apenas paro para ouvir.
Apenas paro para entender..
Mas, no mundo lá fora..não é o bastante
Você tem que ver e pegar..
Fora isso..fica dificil, muito dificil acreditar
Que sentir é a chave para cada um
se libertar...e voar..
Até o outro dia clarear.


==========================================

Abraços

Nenhum comentário: