23 de nov de 2010

100 posts !!!

Pensei tanto nesse post...acho que tive 100 idéias ou até mais...Mas, a minha mente mais uma vez me fez mudar os planos e eu comecei a digitar isso e tudo mais que vem pela frente...
Quero agradecer a cada pessoa que passa por aqui, que lê e deixa um comentário, que lê e não diz nada por achar inútil, que acha muito legal mas sempre esquece de deixar um comentário..Enfim, a todos que pelo menos uma vez passou por aqui..ficaram registrados no contador do blog. Aos que sempre me deram e me dão força para continuar. Não vou dar nomes para não fazer injustiça esquecendo de alguém..se bem que seria quase impossível eu esquecer..Mas, o seguro morreu de VÉIO!!
Cada texto que fui muito elogiado ou muito criticado ajudou a criar uma pequena porém considerável parcela do que sou hoje. As vezes, perdi madrugadas editando textos para tentar sempre postar o melhor ou apenas o meu melhor.. Deixando um pouco a modestia de lado, recebi muito mais elogios do que criticas negativas.. Sim, porque existem aquelas críticas posivitas, que serviram pra ajudar na minha visão e nos próximos post. Dei importância a cada um deles...e procurei não entrar em atrito com quem não ia a favor das minhas palavras ou pensamentos soltos..
Está ficando grande esses agradecimentos, mas, maior ainda é a alegria de saber que meus pesamentos as vezes são pensamentos de outras pessoas assim como coisas que leio de meus amigos blogueiros que valem muito a pena em certas situações...Digo isso para todos os blogueiros que estão nos meus favoritos, os que não estão mas mesmo assim continuam lendo..e os que nem sabem que ainda recebem visitas minhas em seus blogs que as vezes leios coisas simples e verdadeiras...

Bom, agora eu queria postar uma pequena história que vim pensando na volta do trabalho de hoje, 23 de Novembro...

"Tudo ficou em cima da mesa, feito cartas de baralho mal distribuidas por dois péssimos jogadores. Vencer não era para ser o mais importante.. Mas, foi o que os dois buscaram o tempo inteiro. E quando o silêncio se fazia presente, os olhares se perdiam entre olhar nos olhos e olhar do outro lado da rua...que nada tinha de interessante, mas era um pequeno refúgio para evitar a guerra de olhares. E então o silêncio era quebrado por palavras de lamentações, explicações e ações que até pareciam ser pensadas, mas, que a mente deles não conseguiam elaborar direito a melhor forma de falar. Saiam coisas horríveis..palavras mordazes e explicações que se perdiam no caminho entre a boca de quem falava e o ouvindo do ouvinte. E o silencio era aquele coadjuvante que tinha papel fundamental no filme. As horas iam passando e tudo ia cada vez mais fazendo menos sentido. As explicações tentavam ser faladas de maneiras diferentes, para ver se entrava na cabeça dura dos dois..Mas, as cabeças são realmente duras e de nada adiantou..E os ultimos segundos dessa interminável conversa silenciosa terminou com um 'adeus' seco e um 'tchau' pra bom entendedor.. Eles sabem que ali não é o fim e nem o começo...Ali, foi um dia onde as palavras se desencontraram, os sentidos não faziam sentido algum e que uma hora..uuuma hora.. a cabeça quente esfria. E que essa página do diário das suas vidas fora rasgada e deixada para trás..ficando em 'stand by' apenas na cabeça deles, péssimos jogadores..porém, perdidamente apaixonados pelo 'jogo de amar'..onde só existem vencedores ou perdedores..e o singular fica apenas pela fechadura, espiando uma coisa que ele nunca terá a oportunidade de experimentar..."

Abraços e muito obrigado a tooooodos!!! 


 

Um comentário:

Thiago Augusto disse...

Os comentários estão funcionando corretamente.