27 de jan de 2009

Já dizia o Raul...

Nunca se vence uma guerra lutando sozinho
Cê sabe que a gente precisa entrar em contato
Com toda essa força contida e que vive guardada
O eco de suas palavras não repercutem em nada

É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro
Evita o aperto de mão de um possível aliado, é...
Convence as paredes do quarto, e dorme tranqüilo
Sabendo no fundo do peito que não era nada daquilo

Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz
Coragem, coragem, eu sei que você pode mais

É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro
Evita o aperto de mão de um possível aliado
Convence as paredes do quarto, e dorme tranqüilo
Sabendo no fundo do peito que não era nada daquilo

Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz
Coragem, coragem, eu sei que você pode mais.

(Por quem os sinos dobram - Raul Seixas)


Essa música é do final dos anos 70, escrita por Raul Seixas e Paulo Coelho. Como pode está tão viva no ano 2000?
Esse é um dom que os poetas tem de prever o futuro e, em trovas, tenta ensinar o caminho das pedras. Mas nem sempre conseguimos entender o que realmente nos querem dizer. Ou simplesmente fingimos não entender, porque é tão claro e óbvio.
Da história de Raul Seixas, ainda sou pouco conhecedor. Mas da importância que ele e suas canções tem, não só na sociedade, mas nas nossas vidas, eu sei e muito bem!.
Não vou acrescentar nada demais nesse post, até porque só a música já valeu por mil post com um milhão de palavras cada. Peço apenas que vejam o video. Nele, temos a música com fatos importantes da última década.





Perfeito não.. ?





Ele está vivo...Muito vivoo !!


Abraços


Vai Brasil..sil..sil (coragem, coragem, eu sei que você pode mais!)

2 comentários:

Nanda Lopes disse...

Teve uma parte da música que chamou minha atenção fortemente.
''...É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro...''

Agimos SEMPRE assim, querendo achar culpados, quando na verdade NUNCA ninguém tem culpa de nada por nossos problemas, culpamos o governo, culpamos os pais, culpamos os amigos, culpamos nossos relacionamentos e na verdade o que precisamos e encontrar a resposta dentro de nós mesmos e perceber que ngm tem culpa de nada se nossa vida é do jeito que é.
Hã sempre casos, excessões, é claro.

Grande texto, viva a sociedade alternativa, viva RAÚU

Anthony disse...

Cara perfeitooooooooooooooo
Raul nao era perfeito, ele é perfeito, quem disse q ele morreu ?
Quem foi ?
Me diz q eu mato...rsrsrs
Muito foda cara...
Cada vez melhor aki hein !
Grande abraço !