3 de mar de 2010

As coisas que ela escreve...mas não manda!!

Ela queria ouvir uma música no seu velho violão...
Qualquer canção que ela só lembrasse do refrão..
De preferência..uma que falasse de sexo, amor e paixão.
Tenho certeza que ela ficaria lá...jogada no colchão
Esperando o momento raro de inspiração..
Para escrever tudo aquilo que transborda de seu coração.

Ela gosta de rimar..principalmente palavras terminadas em "ão".
Hoje, ela teve a idéia de escrever sobre a solidão.
Pensou em começar mandando logo um palavrão.
Mas, começou com um "aaaaaaaaah"..como um grito preso em seu pulmão.
Desenvolver uma história inventada? Uma mentira? Não, uma ficção!
Falou de muitas pessoas..sem citar nomes..poderia ser qualquer José ou João.


Mas, não sabia como terminar...ficou aquela velha indecisão.
Continuar ou parar..eis a questão.
Precisava espairecer..então caminhou até o seu porão..
Remexendo e revirando..encontrou uma nova inspiração..
Achou uma foto antiga..do antigo dono do seu coração..
Voltou para a sala tão rápido que parecia um raio, um trovão..


Mas, desistiu de continuar..preferiu ficar apenas na recordação!
E a mesma, hoje em dia, lhe serve como uma boa lição..
De ouvir seus pensamentos e principalmente..a voz do seu coração..
Amanhã, ela começará uma nova história..falando de um assunto sem noção!
Mas, ela ainda está a procura de uma solução...
Que não seja grande..que caiba apenas no peito..ou na palma da mão.
Para que ela possar contar para todos nós..mas só..no próximo verão!

Nenhum comentário: